Header Site01

SEEAC participa do V Congresso Brasileiro de Direito Sindical em Fortaleza

Sem Título 1

Nos dias 16 e 17 de março, o Sindicato de Asseio e Conservação de São Luís (SEEAC-SLZ), participou do V Congresso Brasileiro de Direito Sindical com a temática “Sindicalismo e Democracia: os desafios e perspectivas da classe trabalhadora no atual cenário brasileiro”.

Representando o Sindicato, estavam o presidente do SEEAC Maxwell Bezerra, o secretário de assuntos financeiros, Augusto Magalhães, além dos advogados da entidade, Dr. Salomão Magno e Dra. Valúzia Santos.

O evento foi realizado no auditório da OAB-CE, Av. Washington Soares, 800 Guararapes, pela Comissão de Direito Sindical da OAB Ceará em parceria com a Escola Superior de Advocacia do Estado (ESA-CE).

O Congresso contou com a presença de estudantes de Direito, advogados, sindicalistas e trabalhadores, além de autoridades jurídicas e renomados palestrantes. A abertura teve a apresentação do artista cearense Waldonys. O evento contou com diversos painéis de discussões e lançamento de dois livros.

Participação

O presidente do SEEAC Maxwell Bezerra enfatizou alguns pontos em relação a temática na perspectiva da classe trabalhadora. “Foi um evento muito desafiador ao dirigente sindical, mas de muito conhecimento. Entendemos que o direito no sindicalismo é um ramo do direito do trabalho que objetiva fornecer munições para assegurar o equilíbrio nas relações de trabalho, entre empregador e empregado com a finalidade de assegurar uma maior proteção aos trabalhadores”, disse.

“Na conjuntura atual é necessário manter os espaços de debates abertos para fortalecimento da temática em questão. Participar do Congresso Brasileiro sintetiza a importância da luta pela preservação das nossas ferramentas democráticas”, pontuou a advogada do SEEAC, Dra. Valúzia Santos.

Já o advogado Dr. Salomão Magno, disse que o direito sindical é a ponte de discussão e fortalecimento da temática democracia e sindicalismo. “Sobre a democracia: todos os espaços para que ela seja fortalecida são fundamentais”, concluiu.

Presidente da OAB Ceará

O presidente da OAB-CE, Erinaldo Dantas iniciou sua fala com uma reflexão: “Se não houver contribuição sindical, os sindicatos efetivamente vão acabar”. Dantas comentou que na atual conjuntura do país, se faz necessário que todos possam trabalhar de forma articulada o retorno da contribuição sindical. “Que possamos aproveitar esse momento para ampliar os esforços na defesa de dois pilares: a advocacia sindicalista e a contribuição sindical como obrigatória”, defendeu.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.