Header Site01

SEEAC rechaça proposta de reajuste salarial indecente oferecida pelo Patronal

Whatsapp Image 2022 01 26 At 17.16.53

Em reunião realizada na última segunda-feira (24), ao final da tarde, o Sindicato de Asseio e Conservação de São Luís (SEEAC-SLZ), rechaçou a primeira proposta de reajuste salarial oferecido pelo Sindicato Patronal para nova Convenção Coletiva de Trabalho (CCT).

Na reunião estavam presentes o presidente do SEEAC, Maxwell Bezerra, os diretores Augusto Magalhães e Ribamar de Brito, e a assessora jurídica da entidade sindical, Valúzia Santos. Também participou o presidente do Sinteac-MA, Manoel Paulino.

No decorrer das negociações, o Sindicato das Empresas de Asseio e Conservação continuou apresentando uma proposta vergonhosa para a categoria, e que ainda ficava abaixo do salário mínimo atual, no entanto o sindicato laboral não aceitou e fez uma contraproposta para apreciação do patronal.

Assim, o SEEAC deixou na mesa do Sindicato Empresarial uma contraproposta que, dentro do processo de negociação, melhor contempla as necessidades dos trabalhadores da categoria. Diante disso, os patrões propuseram, então, uma nova rodada de negociação que ficou agendada para quarta-feira, dia 02 de fevereiro.

“Vamos lutar por um percentual que seja digno aos nossos trabalhadores. Essa é a missão da gestão Compromisso e Ação”, pontuou o presidente Maxwell Bezerra.

Fortalecer o Sindicato

É por causa desse trabalho, acima de todos, que o SEEAC sempre insiste: mantenha seu sindicato forte através da campanha de filiação pois sem a entidade de classe, você deixa de conquistar melhorias salariais e outros benefícios, além de perder o que já foi conquistado.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.