Trabalhadores da empresa Cohortifrut cobra adicional de insalubridade no pagamento

Uma comitiva de diretores do Sindicato de Asseio e Conservação de São Luís (SEEAC-SLZ) se reuniu com trabalhadores da empresa Cohortifrut, na manhã da última terça-feira (07), com intuito de garantir o adicional de insalubridade no pagamento dos trabalhadores.

Segundo o diretor do SEEAC, Ribamar de Brito, o adicional de insalubridade é um direito garantido por lei que deve ser pago aos trabalhadores expostos a situações de trabalho que podem prejudicar sua saúde.

“Por isso, o Sindicato segue um cronograma de visita nas empresas para fiscalizar justamente o que não está sendo cumprido pelos empregadores. Durante a conversa, nós encontramos outras irregularidades como Equipamento de Proteção Individual (EPI) inadequado, além da utilização somente de uma farda, sendo que empresa deveria fornecer mais”, explicou o diretor Brito.

No decorrer da reunião, os diretores da entidade sindical distribuíram o Jornal do SEEAC e falaram dos benefícios e serviços que o Sindicato oferece aos associados e dependentes. A reunião foi registrada em ata para que sejam tomadas todas as providências cabíveis mediante a demanda dos trabalhadores.

Também esteve presente os diretores José Valdo e Deuzilene de Paula, além dos colaboradores Márcio Crispim e Gerlana Aires.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.